O que religião, machismo e homofobia tem a ver?

TUDO! Sabe por quê? Porque se vc fizer uma análise profunda vai perceber que a homofobia é um simples resultado de machismo que vem de uma cultura explicitamente católica. Sim, porque se a sociedade é machista, patriarcal, é culpa da religião, do cristianismo que foi trazido para o Brasil e outros países Latino-Americanos. Por essas e outras que eu não compactuo com nenhuma dessas religiões ou o que quer que venha disso! Porque são estes tipos de pensamento que emburrecem o ser humano e o faz ficar completamente ignorante e preconceituoso com os outros seres humanos! Os cristãos adoram dizer que quem faz o mal são os ateus e os comparam a satanistas ou coisa que o valha (sendo que eles nem acreditam em Diabo, nem em Deus, nem na religião e nem na bíblia), mas na verdade, eles são a causa maior das merdas que acontecem hoje em dia! Uma religião que é criada apenas para poder "comer dinheiro", dar dinheiro aos seus "mandantes"... Igrejas de ouro, pastores e bispos evangélicos cheios de dinheiro, mansões (enfiando o catolicismo e o evangelismo na mesma laia, porque é mesmo tudo farinha do mesmo saco!)... Agora retornando a minha afirmação inicial, vou provar a vocês - que ainda não sabem, porque pra maioria que lê e se informa, o que eu disse é bem óbvio - o que eu falei!

A bíblia por si só prega o machismo de todas as formas possíveis e nojentas o possível. E não adianta dizer que era coisa do velho testamento, porque não é. E não adianta dizer que isso era coisa de antigamente (como eu já comentei antes - não sei se aqui ou não), a bíblia é perfeita, porque é a palavra de Deus, é imutável e perfeita como ele. Ou seja, ela não muda. E diga-se de passagem tem muito religioso fanático que realmente leva ao pé da letra o machismo da bíblia, sendo um neanderthal completo e ignorante. E por fim, não adianta dizer que hoje em dia não existe machismo. Dê uma olhada no mundo ao seu redor e pare de pensar no próprio umbigo: Homens e mulheres, no mesmo trabalho, ganham salário diferentes. As mulheres ainda GANHAM MENOS que os homens. E os negros GANHAM MENOS que os brancos. Por que isso? Por que essa babaquice? Pra que taxas para negros e índios nas universidades? E que bobagem é essa de que "deveria ter taxa para gays e lésbicas"? Isso é desculpa esfarrapada pra dizer que negros, índios e homossexuais são inferiores! Taxa para baixa renda social eu até entendo, quem estudou a vida toda em escola pública (devido o governo cagar e andar pra educação) não vai ter as mesmas condições que alguém que estudou a vida toda em escola particular de entrar em uma universidade boa, mas taxa para raças "diferentes"? É como dizer que todo pobre é negro ou índio! Pode até ser que há muitos negros e índios pobres, mas eu já vi muitos colegas de classe, que estudaram em colégio particular caro como eu, que tinham até condições financeiras melhores que as minhas, entrando em universidades públicas por causa de cota racial! E ainda se orgulham disso! Se orgulham de estarem sendo chamados de "inferiores", de estarem dizendo a eles que eles têm menos capacidade de conseguir "raciocinar" e "estudar", e por isso, dão chance a eles, coitadinhos...! POR FAVOR, NÉ!?

A sociedade patriarcal criou os homens para serem o suposto sexo forte, pra coragem ser sinônimo masculino, para os homens serem "durões" (ou seja, frios e não demonstrarem sentimentos, é o tal do "homem não chora"), para eles serem mais soltos, sexualmente falando, que as mulheres, que devem ter, perante a sociedade, a sexualidade reprimida. Essas diferenças estúpidas entre os sexos que foderam até hoje com os relacionamentos interpessoais heterossexuais (e olha que nem hétero eu sou, mas eu percebo isso), homens dizendo que não entendem as mulheres e mulheres dizendo que nenhum homem presta ou que todos homens são iguais. Claro, é muito fácil você pegar uma mulher, lhe dar o que gostar e dizer que não deve gostar do que o homem gosta, e pegar o homem, fazer o mesmo, e no final das contas, eles têm de ficar "comparando" para ver o que os dois têm em comum para se atrair. Se todos gostassem da mesma coisa... Se garotas, quando pequenas, pudessem brincar de carrinho e bola, e garotos de boneca, se isso não fosse considerado ERRADO (ah! porque isso é gay, não é mesmo?), provavelmente, desde pequenos, eles iam se dar melhor, iam ter assuntos e gostos em comum, seria mais fácil para um hétero encontrar alguém interessante para si. Mas não, a sociedade quer separar os sexos, quer separar as raças, quer tornar além da diferença social uma tremenda realidade cada vez mais aterradora, outras diferenças pra "melhorar" o mundo. E a bíblia compactua com isso também, afinal, a bíblia é escravista! E pra você que não acredita nisso, me diga, porque a bíblia foi usada, perante a história, várias vezes para escravistas provarem que escravidão era uma coisa correta!? Ah, porque ela adora os negros, né? Assim como ela adora os gays e as mulheres!

E agora vou explicar pra vocês, perante o pensamento machista da sociedade, porque os homossexuais são mal-vistos. Primeiramente, as lésbicas... Imaginem um machão analisando-as. Duas mulheres (ou seja, supostos seres inferiores) que podem se satisfazer plenamente UMA COM A OUTRA, sem precisar de um homem! Claro que eles vão ficar furiosos! Ah, e tem mais! E por essas e outras que eles ficam taxando os estereótipos... "Ah, mulher caminhoneira, sapatão, que se veste de homem, quer ser homem..." (Nem todas! Existem MUITAS mulheres andróginas que AMAM ser mulheres! Mas é claro, se as mulheres também quiserem virar homens, serem homens, se se sentirem no corpo errado, no sexo errado, como é o caso de muitas transexuais por aí, O QUE ISSO TEM A VER COM O RAIO DA VIDA DESTE SER ENERGUMENO MACHISTA E PRECONCEITUOSO!? Nada. Absolutamente nada... Ninguém tem nada a ver com a vida de ninguém, cada um devia simplesmente fazer o que gosta, vestir o que gosta, contanto que não desrespeitasse outro ser humano!), "Ah... Essas mulheres sapatonas usam essas pirocas de borrachas, porque sentem falta de pau..." ou então "porque gostariam de ter um pau"... Aham, Cláudia, senta lá. Esse tipo de pensamento é tão "evoluído", e imaginar que essas pessoas e esses pensamentos, ainda são a maioria na nossa sociedade, é uma coisa realmente... Chocante. Praticamente, não saímos da idade das pedras, não é? A constituição é dinossáurica, a bíblia é dinossáurica, o Papa é um monstro paleozóico. A situação não está boa para as pessoas que usam o cérebro.

E com relação aos homossexuais masculinos, por que os héteros-brancos-cristãos-machistas iam odiá-los? Simples. Pra eles, o gay é quem "dá o cú e chupa pau". Sim, o que "come" não é gay. Muito bom esse pensamento, né? E por que o gay seria inferior, então? Pra eles, "dar" é algo que UMA MULHER faria, e não um homem. E quando um homem, um ser tão superior e digno, resolve agir como uma mulher, QUERER SER UMA MULHER (como se todo gay realmente quisesse...), um ser inferior e indigno... NOSSA! Isso é inaceitável, não é mesmo!? Pois é... É assim que funciona a cabeça da sociedade. Por essas e outras, que as lésbicas ainda são um pouco (e esse pouco é quase nada, fica a dica) mais aceitas que os gays na sociedade... Porque as lésbicas "ainda tem saída", afinal, qual não foi o hétero que já não sonhou em fazer sexo com duas lésbicas? Só não passou na cabeça deles que, lésbicas não querem HOMENS no sexo, senão, não seriam lésbicas, seriam no mínimo bissexuais. E pra completar esse raciocínio, é só pensar... Por que os canais pornôs passam lésbicas fazendo sexo também, mas não gays? Claro, há o canal pornô só para gays assistirem... E nada para mulheres. Afinal, sua sexualidade sempre foi reprimida, não é? "Meu filho, seja um garanhão, pegue todas... Mas minha filha, você deve morrer virgem!"

Nas épocas antigas, quando haviam guerra, os homens matavam os homens e as mulheres eram usadas como brinquedinhos sexuais. Vocês sabiam que até campo de estupro (estilo campo de concentração) existiu? Nossa... Essas coisas revoltam uma pessoa. Eu inclusive, comecei a pesquisar mais sobre ideais feministas quando eu soube a respeito da Guerra do Paraguai, onde soldados (vários) estupravam garotinhas novas, de 6 ou 7 anos, e estas morriam de hemorragia (pois, elas não eram desenvolvidas o suficiente para o ato sexual, ou seja, não tinham elasticidade o suficiente). Depois querem comparar homossexualidade com pedofilia. Nossa!

E pra quem acha que todas sociedades do mundo pensam assim: machistamente, recomendo caçar e pesquisar! Existiram (e talvez ainda existam algumas) tribos em que haviam outros pensamentos... Uma por exemplo, dizia que era a mulher que deveria ir a caça, enquanto os homens cuidariam dos filhos. E por aí vai... Mas na nossa sociedade patriarcal, é assim que se faz: Garotinhas, quando pequenas, ganham bonecas (para aprender a cuidar de filhos), panelinhas de brinquedo (para aprender a cozinhar e cuidar da casa), enquanto garotos ganham bonecos de ação e arminhas de brinquedo (afinal, eles têm de amar sua nação e se alistar no exército quando crescerem, são o sexo forte!).

Blablabla... Estou cansada dessas merdas, dessa sociedade de bosta, dessa religião mesquinha, preconceituosa e infeliz. Precisamos de mais gente no mundo que enxergue a verdade como ela é, nua e crua, sem preconceitos, sem ficar metendo o bedelho na vida de quem quer que seja. Temos que ter uma sociedade em que paremos de dizer que o azul é pra menino e que o rosa é pra menina...

Chega! Já deu!

4 comentários:

xx robbie the bunny xx disse...

Concordando no principio, as crenças cristã-judaicas são as mais ofensivas ao gênero mesmo, mas não se esqueça que TODA religião monoteísta tem essa de achar que a Lei do mais forte sempre será aplicada no Homem, não na mulher.

Creio que isso veio de muito tempo antes que a própria concepção de religião, os celtas (irlandeses, galeses, lalalala) eram matriarcais, mas mesmo assim havia as diferenças de gênero empregadas em muitos rituais e socialmente falando. Até quando era uma religião centrada em uma Deusa a coisa não rolava bem pro lado feminino.

Acho que o medo maior é desestabilizar um conceito tão babaquinha e estigmatizado como "Ideal de Família= Pai e mãe" do que travar a vida das minorias. E um medinho mesmo da cultura minoritária (Seja lá qual for) tome conta e seja a majoritária - Eeeeh Rev. Russa, Francesa, Guerra Civil Americana, 2 Primeiras Guerras e por aí vai...

Tem a ver sim, mas não é apenas a trindade Religião-Preconceito-Patriarcal que constitui o problema todo da Homofobia crescente em nossa Sociedade Tupiniquim. tem toda uma coisa internalizada na cultura ancestral, além dos portugueses, além dos ibéros, além dos neanderthals da vida. Algo me diz que isso já tá entranhado na gente, mesmo não percebendo. É dificil admitir, mas mesmo o mais liberal tem seus pré-conceitos.

"Papa é um monstro paleozóico"
E é o Darth Sidious e twitta de um IPad fodão que só o Vaticano pode comprar. E deve ser um mero peão na coisa toda. E ele dá medo. E chega de "e's" porque você, você, você QUOTOU A XUXA!!

Jenny Diniz disse...

Bem, concordo com vc em muitos aspectos. Como a questão das cotas serem ridículas, como as pessoas usarem de religião para manipular comportamentalmente e psicologicamente os outros. Concordo tb com o machismo intrínseco na sociedade e tb concordo com o crinha que postou aí em cima de que isso é mais antigo até do que o cistianismo. Pois é algo que o homem começou a impor desde que percebeu ser mais forte fisicamente do que a mulher. Até pq isso é algo instintivo. Se vc é mais forte, vc agirá de modo a subjulga-lo. Veja a escravidão, as guerras entre outros. Agora, devo ressaltar que religião em nada tm a ve com fé. A fé é algo particular e individual. E mais, se vc acredita em Deus, por exemplo, os preceitos mais nobres já estão embutidoss. Como tratar alguém como vc gostaria de ser tratado. Algo sem imposições e que somado a uma boa índole, forma um ser humao melhor. Pois se ele acredita em algo, no meu caso, em Deus, eu consigo me segurar melhor nesse mundo doido cheio de merdas que há por aí. Quantas vezes vc já não viu pessoas que antes eram boa e frágeis, mandarem tudo às favas e começarem a agir cretinamente por não acreditarem mais em nada? É nessas horas que acreditar em Deus ajuda. Mas continuo a lembrar que cada pessoa é um caso,individual e especial. Cada um tem sua índole e vivência e se deixará ou não levar pelas coisas. Afinal, o generalizar também pode ser uma forma de preconceito, não é?

Roberta Clash disse...

Concordo plenamente, adorei teu texto, guria. Esse é meu discurso de sempre sobre religião, machismo, homofobia. Apesar de eu ser hétero, como mulher sempre achei essa sociedade cristã-branca-machista o cúmulo da idiotice. Uma religião feita para machos. Desde quando comecei a perceber isso, eu saí da religião de berço em que fui criada, o catolicismo. Meu mundo está sendo muito melhor sem esse peso de religião de merda.

AArK disse...

Eu acho, maninha, que muito que vc diz, de uma certa forma, se distorce, quando entra em conflito com outras coisas, da mesma crença, da mesma índole... Porque, se formos montar a religião da maneira que acreditamos, naquilo que seguimos, mas enqunato isso ,em vários aspectos duvidamos, é pq no final, das contas, não confiamos em tudo, não damos palavra em tudo, e isso já é desconfiar, e se tratando nas índoles dessas religiões, desconfiar já não é uma coisa boa, vc deve saber, ou se crê de uma maneira absurdamente literal ou nada... Exato, eu acho que nem tudo se aplica, assim como vc acha, ou sabe, whatever... então, no final das contas o que vc pensa, não é totalmente a religião, e se não é totalmente, considerando que a religião é absoluta, não é quase nada... Então, é isso...