A Hipócrita Orgulhosa

Você diz o que quer dizer, achando estar certo
E você faz o que quer fazer, achando que faz sentido
E você reinventa histórias e modela seu próprio jeito
E você brinca de brincar de ser uma pessoa

E você diz que quer uma coisa, ao mesmo tempo negando a si mesmo
E você diz que não quer uma coisa, ao mesmo tempo fazendo-a existir
Daí você pega as pessoas e as usa como escudo
Daí você retorna para cá, como se nada tivesse acontecido

Acho toda sua história muito engraçada
Parece que você não sente dor
Talvez eu não tenha entendido sua piada
Você desconhece o que é amor

Você adora brincar com o que você acha ser real
E as mentiras corrompem tudo o que você diz saber
Quanto mais eu sei disso, mais eu desconheço
E quanto mais você diz ser você, menos você é

E você diz que se importa tanto, e então, desaparece
E você diz que fez tudo o que pôde, mas é uma tremenda mentira
E o tempo todo você engole e cospe um monte de resoluções ilusórias
E o tempo todo você engole e cospe, mas logo vai engasgar...

Acho toda sua história muito engraçada
Parece que você não sente dor
Talvez eu não tenha entendido sua piada
Você desconhece o que é amor

Pessoas hipócritas por toda a parte

Nenhum comentário: