P.L.S.I.A.C.T.B. (Packt Like Sardines In A Crushed Tin Box)


não gosto mais das coisas que gostava
não faço mais as coisas que fazia
as coisas estão perdendo o valor pra mim
as coisas estão perdendo o sentido
é como se eu tivesse me dissolvendo
me tornando uma coisa que nunca fui
me tornando uma coisa não eu
me partindo em um milhão de pedaços
me derretendo
e tudo o que parecia interessante
de repente, perde o valor
e tudo o que eu busco é
apenas uma retratação de mim mesma
do que eu era
do que foi desconstruído
como um adulto que tenta recuperar
a criatividade, a imaginação e os sonhos de uma criança
tudo antes parecia tão belo, tão interessante, tão valioso
agora tudo soa gasto, falso, falho, sem graça, desimportante, desnecessário
desnecessário
tudo pra mim agora é desnecessário
me afundo em mais um copo de cerveja
ouço as mesmas músicas, já sem o mesmo sabor
desnecessário
infelizmente sempre retorno a isso
dentro da redoma de vidro
com os joelhos dobrados, abraçados
no canto da parede, de castigo
olhando pra mim mesma, dentro de mim
olhando pro espelho do que não mais sou eu
eu sou apenas um esboço do que um dia pensei que fosse
eu sou apenas espasmos
não consigo mais construir o que construía
todas as minhas virtudes parecem não mais existir
e os meus dons? e as minhas vantagens? tudo aquilo que me tornava única?
agora eu sou apenas mais uma
desgastada, sem valor, inútil
mais um pedaço de carne sem sentindo andando por aí
respirando, sentando, levantando, andando, dormindo, cuspindo, chorando, gritando, comendo, bebendo, morrendo
caminhando até a morte, como quem já está cansado de fazer isso
não quero morrer, entenda, não é isso
o que eu quero é achar novamente o brilho que perdi
o meu valor
o que me tornava única e diferente de todos os outros
ou ao menos, o que me fazia pensar que eu era dessa forma
especial

2 comentários:

Dum Marques disse...

Acho que tem épocas que eu fico assim também, meio sem saber o que fazer, onde está as coisas que me fazem feliz, ou triste, Mas ela simplesmente passa, mas de qualquer forma é estranho .

AArK disse...

De fato.